O Cérebro e as Emoções – Parte 2

Publicado em Notícias, Pesquisas

Dakila, Dakila Pesquisas, Pesquisadores de Dakila, Cérebro, Ciência, Ciência Lilarial, Lilarial, Ciencia lilarial, urandir, urandir oliveira, ufo, cientistas de dakila

Estamos na Parte 2.

Então se não conferiu o primeiro, acesse o link a seguir e comece a leitura pela Parte 1: http://dakila.com.br/ocerebroeasemocoes 

  📍   – O Cérebro e as Emoções – Parte 2 –  📍

É através do chamado sistema límbico do cérebro que somos capazes de armazenar informações em nossa memória, o que afeta profundamente o nosso estado emocional.

Por exemplo: os traumas do passado nos fazem sentir emoções negativas, enquanto que as boas lembranças nos enchem de otimismo.

Mas o que acontece quando nós constantemente nos alimentamos de lembranças e de pensamentos negativos?

Quando nos estressamos/sofremos com frequência, o córtex das glândulas supra-renais liberam o hormônio chamado Cortisol, que se mantido por muito tempo, podem diminuir a ação do sistema imunológico e nos deixar propensos a inúmeras doenças.

Nessa situação de cortisol elevado, a memória e a aprendizagem são afetados, causando ainda mais irritação e desconforto.

A negatividade e o hábito de reclamar pode ainda afetar fisiologicamente a estrutura do cérebro (motivo pelo qual muitas pessoas possuem grande dificuldade em alterar o seu padrão mental e sair do estado negativo).

Portanto, se você sempre fica com raiva ou frustrado e costuma se colocar em um “lugar de vítima” perante as coisas da vida, é essa rede neural que vai se reconectando e reintegrando constantemente.

Assim, cada vez mais terá maior dificuldade de sair desse estado.

A boa notícia é que o mesmo processo se dá com os pensamentos positivos! 

Ou seja, reprogramando as suas memórias, encarando-as de forma mais positiva, buscando ter mais sensações prazerosas, sendo otimistas e consciente dos seus pensamentos, você será capaz de gerar um grande bem-estar ao seu corpo e a sua mente!

As emoções são combustíveis que potencializam nossos pensamentos e que podem alterar fisicamente nosso cérebro.

Mas o gatilho está na mente!

Portanto, que tal, a partir de AGORA, você começar a mudar o seu padrão mental?

Seja DIFERENTE.

Busque CONHECIMENTO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *